Em nova reunião, moradores de várzea recebem informações sobre “Cisterna”

Encontros aconteceram na manhã e tarde desta segunda (18) em Correio do Tapara e Campos do Urucurituba. Mobilizados, também participaram representantes de Igarapé do Costa e Campus do Aramanaí

Projeto Cisterna prevê implantação de sistema de captação de água e saneamento que deve melhorar vida de 225 famílias da Várzea em Santarém. A intenção é que em no máximo oito meses, todas as famílias recebam as estruturas tenham acesso a política de saneamento básico.

Atualmente, os moradores dessas áreas contempladas pelo projeto, não tem nenhum sistema de abastecimento. Sem tratamento, utilizam a barrenta água do Rio Amazonas para a produção do alimento, higiene pessoal e demais atividades.

O projeto faz parte da chamada publica do governo federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Social do Programa Nacional 'Cisterna' de apoio a capacitação de água da chuva e outras tecnologias sociais de aceso a água.

Na reunião sediada em Correio do Tapará na tarde desta segunda (18) participaram 43 pessoas. A intenção é que 40 famílias sejam diretamente beneficiadas.

Pela manhã na região de Urucurituba, três comunidades serão contempladas com o projeto: Igarapé do Costa, Campus do Aramanai e Campos do Urucurituba. 28 famílias receberão o sistema.

Participaram do encontro: Colônia de Pescadores Z20, Cooperativa dos Pescadores- COOPSAN, Projeto Saúde e Alegria e SAPOPEMA, Além da presença dos conselhos regionais de pesca do Urucurituba e Tapará, bem como, das coordenações dos núcleos de base e lideranças comunitárias.

 Correio do Tapará

Correio do Tapará

233c2cea-6086-4cfa-b920-75ebe1aa7f68.jpg
  Campos do Urucurituba

Campos do Urucurituba